Resgate Histórico

Fazenda Itapema – Limeira – SP

Com mais de 150 anos de história, este lugar construído pelos escravos, permanece em ótimo estado de conservação.

| Postado por Twitter Google+


Fazenda Itapema (1860) - Limeira-SPQuem passa pelo pedágio da rodovia Anhanguera logo depois de Limeira-SP, nem imagina que poucos metros dali, fica uma linda Fazenda, com uma sede digna de cenário de novela.

Considerada um patrimônio histórico do país, já que sua sede centenária foi construída por escravos na época do império. Com suas instalações ainda em ótimo estado de consevação, destacam-se o galpão de café, a senzala, e o Lago Brasil, que tem suas margens cercadas por uma mureta de pedras, ao estilo taipa.

Um breve histórico:

“A Fazenda Itapema foi fundada em 1860 pelo Coronel Sebastião de Barros Silva que, numa iniciativa idealista e contando com mão-de-obra escrava, desbravou um parte da nativa Mata Atlântica, introduzindo aí a cultura do café. Para tanto, foram construídas a sede, os galpões, a senzala e os terreiros que são, em grande parte, conservados até os dias de hoje.

Nessa mesma época, a Fazenda Ibicaba, próxima à Fazenda Itapema e pioneira na cultura do café na região, pertencia ao Senador Vergueiro que, numa atitude inovadora, começou a substituir a mão-de-obra escrava pela de imigrantes em 1846.

Foi assim que, em 1857, entre os imigrantes alemães, ali chegaram os irmãos José e Simão Levy. Em 1871, estabeleceram-se em Limeira como comerciantes e fundaram a Casa Bancária Levy & Irmão. No início da década de 1900, receberam a Fazenda Itapema como quitação de uma dívida que Sebastião de Barros Silva mantinha com a Casa Bancária.

Major José Levy Sobrinho, filho de Simão, juntamente com sua família, passam a residir na sede da fazenda Itapema. No auge do ciclo do café, tornaram-se grandes exportadores, através do porto de Santos.

Com a crise mundial de 1929, o Major Levy substituiu a lavoura do café pela do algodão.

Na década de 40 passa para o ciclo da cana-de-açúcar e, consequentemente, a produzir aguardente.

Nos anos 50, iniciou o armazenamento de uma reserva para envelhecimento natural em tonéis de madeira, lançando, assim, um produto especial, denominado Canita. Essa reserva permanece conservada em seus tonéis originais e, atualmente, é comercializada com o nome de Itapema.

Ainda hoje as terras são cultivadas com a plantação de cana-de-açúcar, pelos descendentes do Major José Levy Sobrinho.”

Confira a seguir a galeria de fotos do nosso passeio pela Fazenda.

Fonte (Breve Histórico): http://www.fazendaitapema.com.br

Artigos Relacionados:

Almoço de Domingo em Morretes - PR
Salto São Francisco - Maior queda d´água da região sul do Brasil
Prudentópolis-PR, Terra das Cachoeiras Gigantes
Roteiro da viagem para o interior de São Paulo
Isenção de Pedágio para Motociclistas
Postado em: Viagens
Tags: , , , , , , ,

Deixe seu Comentário